METROPOLE

Terça-feira, 18 de maio de 2021

Brasil

Em alguns Estados, pandemia fez expectativa de vida cair 3 anos

Estudo indica recuo de mais de 3 anos em alguns estados

Em alguns Estados, pandemia fez expectativa de vida cair 3 anos

Foto: GovSP

Por: Augusto Romeo no dia 19 de abril de 2021 às 08:20

A expectativa de vida no Brasil pode cair até mais de três anos e meio, dependendo da região, por causa do impacto da Covid-19 nos índices de mortalidade. O Distrito Federal é o local mais afetado, com uma redução estimada de 3,68 anos. O Norte, porém, é a região mais afetada. Na região, as piores situações são a do Amapá (com redução de 3,62 anos), de Roraima (recuo de 3,43) e do Amazonas (menos 3,28). 

Em São Paulo, unidade da Federação com mais casos do novo coronavírus, a perda deve chegar a 2,17 anos. Será a primeira redução nesse indicador nacional desde 1940, conforme os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em média, a redução da expectativa de vida em todo o Brasil será de praticamente dois anos (1,94). O número é resultado direto das mais de 350 mil mortes já registradas no País pela doença. 

Os dados estão em estudo liderado pela pesquisadora brasileira Marcia Castro, do Departamento de Saúde Global e População da Escola de Saúde Pública da Universidade Harvard. O trabalho foi submetido para publicação na MedRxiv, da Universidade de Yale.

A Região Nordeste também sofreu um impacto importante, ainda que não tão grave quanto o registrado no Norte. Ali, entre os Estados mais afetados estão Sergipe (redução estimada de 2,21 anos), Ceará (2,09) e Pernambuco (2,01). No Sudeste, a situação mais grave é a do Espírito Santo (com uma perda estimada de 3,01 anos), seguido de Rio (2,62) e de São Paulo (2,17). No Sul, as estimativas de perda de expectativa de vida estão abaixo dos dois anos para os três Estados.

TV METRO

Entrevistas

Zé Cocá

Em 18 de maio de 2021
ASSINE O CANALMETROPOLE NO YOUTUBE
Em alguns Estados, pandemia fez expectativa de vida cair 3 anos - Metro 1