Quarta-feira, 27 de outubro de 2021

Brasil

Ministério da Saúde volta atrás e libera vacinação em adolescentes

Retorno de recomendação para imunização de jovens foi divulgado na noite desta quarta-feira (22)

Ministério da Saúde volta atrás e libera vacinação em adolescentes

Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde DF

Por: Metro1 no dia 23 de setembro de 2021 às 06:38

O Ministério da Saúde voltou a liberar a vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos, mesmo os sem comorbidades, contra a Covid-19. O documento emitido pela pasta federal afirma que "os benefícios da vacinação são maiores do que os eventuais riscos dos eventos adversos da sua aplicação", ao justificar a retomada.  

A volta da imunização para faixa etária acontece uma semana após o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, criticar a campanha antecipada dos estados e falar que existem "eventos adversos a serem investigados". O documento divulgado pela pasta chega a comentar os supostos eventos adversos. "Comparando tudo o que foi aplicado, mesmo com esses supostos erros de imunização, é um percentual muito baixo (...) então, hoje o ministério não suspende mais de forma cautelar a imunização em adolescentes sem comorbidades".

O ministério disse, ainda, que, apesar da retomada, os grupos vulneráveis devem ser priorizados: "não só o grupo com comorbidades, mas a população que precisa de reforço e o encurtamento de prazo". Segundo a secretária de Enfrentamento à Covid-19, Rosana Leite Melo, todos os brasileiros devem ser imunizados até o final de 2021, mas o Plano Nacional de Imunizações (PNI) precisa ser respeitado pelos estados e municípios.

O anúncio ocorre após um Comitê formado por representantes do ministério, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) não estabelecer qualquer relação entre a morte de uma jovem de 16 anos de São Bernardo do Campo, ABC Paulista, com a vacinação contra o coronavírus.
 

Ministério da Saúde volta atrás e libera vacinação em adolescentes - Metro 1