Quarta-feira, 08 de dezembro de 2021

Brasil

“Pode acabar sendo abandonada”, diz ministro sobre ideia de auxílio a caminhoneiros

Compensação de alta no diesel, no valor de R$ 400 seria pago a 750 mil trabalhadores da categoria

“Pode acabar sendo abandonada”, diz ministro sobre ideia de auxílio a caminhoneiros

Foto: Isac Nóbrega/PR

Por: Metro1 no dia 28 de outubro de 2021 às 14:32

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, revelou, nesta quarta-feira (27), que o governo federal pensa em desistir de pagar um auxílio de R$ 400 para os caminhoneiros autônomos. De acordo com ele, isso acontece devido à reação negativa da categoria acerca da iniciativa.

“Pode acabar sendo abandonada”, afirmou. “Houve uma reação negativa da categoria. Entendo que essa reação negativa da categoria pode fazer com que o auxílio simplesmente não aconteça”, explicou.

Após a definição de uma paralisação dos caminhoneiros marcada para o dia 1º de novembro, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse, no último dia 21, que pretendia pagar o auxílio para 750 mil trabalhadores da categoria. A ação seria uma compensação ao aumento no preço do diesel. 

Carlos Alberto Litti Dahmer, diretor da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes e Logística (CNTTL), confirmou a manutenção da greve. Ele disse que iniciativa do presidente "não é uma boa notícia porque fundamentalmente ele não ataca a causa do problema", mas sim um "efeito colateral".

“Pode acabar sendo abandonada”, diz ministro sobre ideia de auxílio a caminhoneiros - Metro 1