Quinta-feira, 19 de maio de 2022

Brasil

Companhias aéreas brasileiras têm queda de desempenho, indica boletim da Anac

Gol lidera em reclamações e, junto com Latam, tem menor índice de satisfação

Companhias aéreas brasileiras têm queda de desempenho, indica boletim da Anac

Foto: Divulgação/Anac

Por: Metro1 no dia 21 de janeiro de 2022 às 15:35

As principais empresas brasileiras de transporte de passageiros Azul, Gol e Latam tiveram uma queda de desempenho no terceiro trimestre de 2022, em comparação ao mesmo período de 2021. Segundo um relatório da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), houve uma diminuição de 1,21% no índice de solução e de 6,65% no de satisfação, além de um aumento de 41,7% no tempo médio de resposta.

Apenas o índice de reclamações por grupo de 100 mil passageiros apresentou melhora, com redução de 26,42%. Os dados são do Boletim de Monitoramento do Consumidor – Transporte Aéreo, da Anac.

No período, foram transportados 18.514.854 passageiros pagos no mercado aéreo brasileiro – 156,2% a mais em relação ao mesmo período do ano anterior. Entre as aéreas brasileiras, a Gol obteve o maior índice de reclamações para cada grupo de 100 mil passageiros pagos transportados (194,7), além de ter obtido o menor índices de solução (76,7%). Já o menor registro de satisfação foi obtido pela Latam (3,179).

Em relação ao tempo médio de resposta de todas as empresas brasileiras na plataforma, em uma escala que pode ir de 0 a 15 dias, a média foi de 4,64. Entre as três principais aéreas brasileiras, o indicador ficou em 4,62. Dentre elas, a Latam teve o maior tempo médio de resposta, da ordem de 5,6 dias.

 

Confira os dados do boletim por empresa:

 

Índice de reclamação por 100 mil passageiros:

  • Azul: 194,7

  • Latam: 101,1

  • Gol: 42

Índice de solução:

  • Azul: 93%

  • Latam: 78,9%

  • Gol: 76,7%

Índice de satisfação:

  • Azul: 4,3

  • Latam: 3,179

  • Gol: 3,18

Tempo médio de resposta:

  • Azul: 4

  • Latam: 5,6

  • Gol: 4,2

Companhias aéreas brasileiras têm queda de desempenho, indica boletim da Anac - Metro 1