Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Segunda-feira, 04 de março de 2024

Brasil

Cantora baiana Ju Moraes relata ter sido desrespeitada durante show em Brasília: "Absurdo"

Em vídeo publicado nas redes sociais da artista, ela revelou que foi orientada a não falar sobre ser uma "mulher empoderada" e lésbica durante o show

Cantora baiana Ju Moraes relata ter sido desrespeitada durante show em Brasília: "Absurdo"

Foto: Divulgação

Por: Metro1 no dia 26 de novembro de 2023 às 18:06

Atualizado: no dia 26 de novembro de 2023 às 18:08

A cantora baiana Ju Mores relatou ter sido desrespeitada durante um evento corporativo em um banco em Brasília, na noite deste sábado (25).

Segundo a artista, em um vídeo nas redes sociais neste domingo (26), toda sua equipe foi destratada pela gerente do banco que sentiu ciúmes do marido, após ele ter demonstrado interesse pela cantora.

Ju revelou que foi orientada a não falar sobre sua orientação sexual no show. "Durante a passagem de som, uma das produtoras do evento me chamou. [Ela disse] 'Oi Ju, tudo bem, adoro seu trabalho, sei que você é uma mulher empoderada, lésbica, um ser político, mas hoje nós não podemos falar sobre isso", relatou.

Ainda segundo Ju Moraes, a organização do evento tentou mudar o horário de início do show e tratou a equipe da cantora com rispidez. A gerente do banco teria questionado a produção da artista sobre as músicas tocadas, sob o argumento de que ninguém as conhecia.

"Estava cantando Deusa do Amor quando a gerente do banco foi minha produtora e falou: 'Que música é essa? O que ela tá cantando? Aqui ninguém conhece Caetano Veloso”, disse.
"Era uma crise de ciúme. Era uma mulher, ela estava grávida e estava com o marido. Ela não gostou da forma como ele me olhou quando eu subi no palco e [chegou] a virar ele de costas [...] Gente, as pessoas perderam a noção do absurdo”, completou.

A cantora não revelou o nome do banco ou as pessoas responsáveis pelos posicionamentos, mas afirmou que não voltaria a se apresentar para esta empresa. Veja relato: