Brasil

Polícia Federal abre inquérito para apurar ameaças contra Teori Zavascki

Um inquérito foi aberto pela Polícia Federal, na última quinta-feira (24), para apurar as ameaças e injúrias disparadas contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki, em comentários em redes sociais. A investigação foi aberta a pedido do magistrado. Foram rastreados e-mails com ameaças ao ministro, que é relator da operação Lava Jato nos processos que envolvem políticos com foro privilegiado [Leia mais...]

[Polícia Federal abre inquérito para apurar ameaças contra Teori Zavascki]
Foto : Nelson Jr./SCO/STF

Por Alaine Brasil no dia 29 de Março de 2016 ⋅ 19:50

Um inquérito foi aberto pela Polícia Federal, na última quinta-feira (24), para apurar as ameaças e injúrias disparadas contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki, em comentários em redes sociais. A investigação foi aberta a pedido do magistrado. Foram rastreados e-mails com ameaças ao ministro, que é relator da operação Lava Jato nos processos que envolvem políticos com foro privilegiado.

Zavascki foi sorteado também o relator de duas Arguições de Descumprimento de Preceito Fundamental (390 e 391) ajuizadas pelo PSDB e PSB. As ações questionam a nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para a Casa Civil da Presidência da República.

Teori Zavascki requereu ao juiz federal Sergio Moro, na semana passada, o envio de interceptações telefônicas de conversas entre Lula e a presidente Dilma Rousseff (PT), a fim de determinar quem julgará o caso, além de cobrar explicações dele sobre a divulgação dos grampos.

A Procuradoria Geral da República considerou, nesta segunda-feira (28), a nomeação de Lula para o ministério como “desvio de finalidade”, mas não se opôs ao ato. De acordo com o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, os processos contra Lula por condutas praticadas antes da posse no ministério devem ser julgados por Moro.

Notícias relacionadas