Sexta-feira, 24 de setembro de 2021

Brasil

Instituições de ensino particulares contestam novos critérios do Fies

A Federação Nacional das Escolas Particulares anunciou nesta quarta-feira (1º) que acionará a Justiça para contestar a priorização de vagas no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). O Ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, apontou as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste como prioritárias [Leia mais...]

Instituições de ensino particulares contestam novos critérios do Fies

Foto: (Wilson Dias/Agência Brasil)

Por: Gabriel Nascimento no dia 01 de julho de 2015 às 15:30

A Federação Nacional das Escolas Particulares anunciou nesta quarta-feira (1º) que acionará a Justiça para contestar a priorização de vagas no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). O Ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, apontou as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste como prioritárias na distribuição dos 61,5 mil financiamentos disponíveis para o segundo semestre. A presidente da Fenep, Amabile Pacios, afirmou que "o aluno pobre do Sudeste precisa do financiamento tanto quanto o do Nordeste". "Parece mais uma forma de atender à base eleitoral da [presidente] Dilma", disse.

As regiões representaram os melhores resultados da presidente Dilma Rousseff nas eleições de 2014. Conforme informações do ministério, os critérios foram "amplamente debatidos e pactuados com as entidades representativas das instituições de ensino". Para a Fenep, no entanto, a alteração traz discriminação aos estudantes também em dificuldade nos outros estados.

Instituições de ensino particulares contestam novos critérios do Fies - Metro 1