Brasil

"Delação da Odebrecht sem pegar Judiciário não é delação", diz Eliana Calmon

Segundo a coluna de Lauro Jardim, no jornal O Globo, a ex-ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Eliana Calmon sugeriu que a delação premiada de executivos da Odebrecht envolva membros do Judiciário. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Alexandre Martins/ Agência Brasil

Por Matheus Morais no dia 11 de Agosto de 2016 ⋅ 10:15

Segundo a coluna de Lauro Jardim, no jornal O Globo, a ex-ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Eliana Calmon sugeriu que a delação premiada de executivos da Odebrecht envolva membros do Judiciário. Calmon diz ser impossível  fechar uma delação da maior empreiteira do país que não envolva magistrados. "Delação da Odebrecht sem pegar Judiciário não é delação. É impossível levar a sério essa delação caso não mencione um magistrado sequer", teria dito Eliana, de acordo com a publicação. Até agora a Odebrecht não entregou nenhum juiz, desembargador ou ministro do STF, segundo pessoas envolvidas na negociação. 

Notícias relacionadas