Terça-feira, 10 de maio de 2022

Brasil

Delegado afirma que cantora Loalwa Braz foi "queimada viva"

O delegado Leonardo Macharet afirmou, durante coletiva à imprensa, que a vocalista da banda Kaoma entre os anos de 1989 até 1998, Loalwa Braz, de 64 anos, encontrada carbonizada dentro de um carro na última quinta-feira (19), foi queimada viva. [Leia mais...]

Delegado afirma que cantora Loalwa Braz foi "queimada viva"

Foto: Divulgação

Por: Yasmin Garrido no dia 20 de janeiro de 2017 às 07:32

O delegado Leonardo Macharet afirmou, durante coletiva à imprensa, que a vocalista da banda Kaoma entre os anos de 1989 até 1998,  Loalwa Braz, de 64 anos, encontrada carbonizada dentro de um carro na última quinta-feira (19), foi queimada viva. O caso aconteceu em Saquarema, no Rio de Janeiro, e, até o momento, dois suspeitos já foram presos e um terceiro está sendo procurado pela polícia.

De acordo com o delegado, um dos suspeitos presos, Wallace de Paula Vieira, 23 anos, começou a trabalhar recentemente na pousada da artista. "Eles entraram na pousada, bateram nela com um pedaço de madeira, que já foi localizado. Também apreendemos uma faca e a camisa de um dos elementos com sangue. Ela estava gritando muito, eles resolveram levá-la para o carro. Um deles iria sair com ela do local, mas o carro morreu e eles atearam fogo nela. Ela estava viva no momento que a queimaram", contou.

"Quando a ocorrência chegou para a Polícia Militar, o suspeito (Wallace) se apresentou como vítima, como se também tivesse sofrido o roubo, como se fosse vítima e não autor. Começamos a suspeitar porque ele aparentou estar nervoso e depois ele acabou confessando", explicou Macharet. Os investigadores suspeitam de latrocínio, uma vez que os bandidos levaram R$ 15 mil e alguns pertences da vítima.

Delegado afirma que cantora Loalwa Braz foi "queimada viva" - Metro 1