Brasil

Planalto contratou lancha de R$ 24 mil para família Temer usar no Carnaval

O Palácio do Planalto pagou, sem licitação, R$ 24 mil para contratar uma lancha para o presidente Michel Temer e sua família usarem durante o carnaval, quando vieram à Salvador. O Planalto alegou que o aluguel da lancha ocorreu por razões de segurança. [Leia mais...]

[Planalto contratou lancha de R$ 24 mil para família Temer usar no Carnaval]
Foto : Agência Brasil

Por Laura Lorenzo no dia 09 de Março de 2017 ⋅ 15:23

O Palácio do Planalto contratou, sem licitação, por R$ 24 mil uma lancha para o presidente Michel Temer e sua família usarem durante o carnaval, quando vieram à Salvador. De acordo com o jornal O Globo, o Planalto teria alegado que o aluguel da lancha ocorreu por razões de segurança e que Marcela Temer, Michelzinho e outros parentes, só usaram a embarcação por apenas 30 minutos.

O Planalto alegou que a contratação teria ocorrido para uma "possível evacuação em caso de emergência" de Temer e família, e que a Amazônia Azul, da Marinha, estaria avariada.

De acordo com a Marinha, a ONG Abrigo do Marinheiro que pagou o aluguel da lancha, e que por isso não haveria licitação, uma vez que uma associação sem fins lucrativos não é poder público e, portanto, não se submete à Lei das Licitações.

Apesar do argumento, nem a Marinha nem o Planalto explicaram porque uma ONG foi escolhida para fazer o aluguel. O Planalto respondeu que a decisão era da Marinha, que por sua vez, alegou que a opção de uma entidade sem fins lucrativos pagar a lancha foi necessária "frente à necessidade emergencial que se configurou", apesar de não explicar a emergência. 

Também não foi especificado se a ONG vai realmente pagar os R$ 24 mil da lancha alugada por "razões de seguranças" ou se o governo federal vai ressarcir a Abrigo do Marinheiro.

Avião de luxo

Essa não é primeira vez que os gastos com os luxos para Temer, sua família e seus convidados causa polêmica. Em dezembro do ano passado, o governo federal abriu uma licitação para contratar serviços de alimentação para abastecer os aviões que transportam Temer e sua comitiva. Segundo o edital publicado no Diário Oficial da União, R$ 1,58 milhão seria gasto com o abastecimento de alimentos das aeronaves, que contariam com R$ 42 mil em gelo e R$ 17 mil em sorvete de marca, além de outras iguarias. 

Notícias relacionadas