Brasil

Pesquisa revela que mulher trabalha 5,4 anos a mais do que o homem

Uma simulação realizada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) revelou que a mulher trabalha 5,4 anos a mais do que o homem ao longo de cerca de 30 anos de vida laboral. Um dos motivos apresentado pelo levantamento é que o trabalho extra é resultado dos afazeres domésticos. [Leia mais...]

[Pesquisa revela que mulher trabalha 5,4 anos a mais do que o homem]
Foto :Arquivo/Agência Brasil

Por Luiza Leão no dia 27 de Março de 2017 ⋅ 14:38

Uma simulação realizada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) revelou que a mulher trabalha 5,4 anos a mais do que o homem ao longo de cerca de 30 anos de vida laboral. Um dos motivos apresentado pelo levantamento é que o trabalho extra é resultado dos afazeres domésticos. Esse cálculo foi desenvolvido a partir de dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2014, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Segundo o Ipea, nesse período de aproximadamente 30 anos, as mulheres somam, em média, 22,4 anos de contribuição para a Previdência Social. Um total de 44,4% das mulheres às quais foram concedidas aposentadorias em 2014 atingiram até 20 anos de contribuição.

A pesquisadora do Ipea Joana Mostafá explica que esses dados foram obtidos por meio de uma parceria que possibilitou o acesso a microdados do extinto Ministério da Previdência Social, atualmente Secretaria da Previdência Social, vinculada ao Ministério da Fazenda.

De acordo com Mostafá, as interrupções na contribuição previdenciária feminina são causadas por desemprego, trabalho informal, afastamento do mercado de trabalho para cuidar dos filhos, entre outros fatores. Diante disso, o Ipea lançou uma nota qual defende que as idades de aposentadoria de homens e mulheres devem ser diferentes.

Notícias relacionadas