Brasil

Donos da marca Gregory se tornam réus por trabalho escravo de bolivianos

Os donos da marca de roupas Gregory se tornaram réus após a Justiça Federal em São Paulo aceitar denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal de que os representantes da grife submetiam bolivianos ao trabalho escravo. [Leia mais...]

[Donos da marca Gregory se tornam réus por trabalho escravo de bolivianos]
Foto : Reprodução/ Instagram

Por Luiza Leão no dia 30 de Agosto de 2017 ⋅ 17:25

Os donos da marca de roupas Gregory se tornaram réus após a Justiça Federal em São Paulo aceitar denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal de que os representantes da grife submetiam bolivianos ao trabalho escravo.

Além de dois representantes da empresa, outras quatro pessoas de oficinas de costura se tornaram réus na ação. Os seis responderão por reduzir os trabalhadores a condição análoga à de escravo. A pena prevista varia entre dois e oito anos de prisão por vítima identificada, além do pagamento de multa.

Em 2012, 22 vítimas foram resgatadas da capital paulista e na Grande São Paulo porque estavam sendo submetidas a condições degradantes, jornadas exaustivas e atividades forçadas. Os bolivianos foram identificados durante fiscalização de auditores-fiscais do trabalho.

Notícias relacionadas