Quarta-feira, 20 de outubro de 2021

Brasil

PGR reenvia delação de Funaro ao Supremo para homologação

A delação do doleiro Lúcio Funaro voltou na tarde desta quinta-feira (31) ao Supremo Tribunal Federal (STF), após passar por ajuste na Procuradoria-Geral da República, com quem o investigado firmou o acordo. O ministro do STF Edson Fachin havia devolvido o acordo à PGR a, na última quarta (30), apontando a necessidade de alteração em uma das cláusulas da colaboração. [Leia mais...]

PGR reenvia delação de Funaro ao Supremo para homologação

Foto: Divulgação

Por: Laura Lorenzo no dia 31 de agosto de 2017 às 16:45

A delação do doleiro Lúcio Funaro voltou na tarde desta quinta-feira (31) ao Supremo Tribunal Federal (STF), após passar por ajuste na Procuradoria-Geral da República, com quem o investigado firmou o acordo. O ministro do STF Edson Fachin havia devolvido o acordo à PGR, na última quarta (30), apontando a necessidade de alteração em uma das cláusulas da colaboração.

Fachin havia pedido que fosse ajustado o ponto do acordo que evitava que Funaro fosse processado em casos de improbidade administrativa. O retorno dos autos após a ida à PGR está registrado no andamento processual disponível no site do Supremo.

Depois que o material voltar ao gabinete de Fachin, o ministro deverá convocar o doleiro para confirmar que o acordo foi firmado de forma espontânea, como é de praxe. Só depois disso a colaboração estará pronto para homologação.

PGR reenvia delação de Funaro ao Supremo para homologação - Metro 1