Brasil

Por conta da seca, conta de luz deve ficar mais cara em outubro, diz Aneel

Por causa da seca, a conta de energia deve ficar mais cara no mês de outubro. De acordo com o diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Romeu Rufino, é provável que no mês que vem seja acionado a bandeira vermelha.[Leia mais...]

[Por conta da seca, conta de luz deve ficar mais cara em outubro, diz Aneel]
Foto : Agência Brasil

Por Paloma Morais no dia 19 de Setembro de 2017 ⋅ 19:25

Por causa da seca, a conta de energia deve ficar mais cara no mês de outubro. De acordo com o diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Romeu Rufino, é provável que no mês que vem seja acionado a bandeira vermelha. Com isso, o consumidor deverá pagar R$ 3,50 a cada 100 quilowatt-hora (kWh) consumidos. Atualmente, é operado a bandeira amarela com a cobrança extra de R$ 2,00 a cada 100 kWh.

"O regime hidrológico é desfavorável, o custo da energia é crescente e o custo de acionamento das térmicas mais caras, dentro ou fora da ordem de mérito, vai elevar o custo da geração de energia", afirmou Rufino. "É possível que no mês que vem possamos acionar a bandeira vermelha no patamar 2? É possível", acrescentou.

Entenda as cores das bandeiras da conta de luz:

A ANEL opera na cor de bandeira verde quando há pouca ou nenhuma necessidade de geração de energia por termelétricas, que é mais cara que a produzida pelas hidrelétricas. Quando essa necessidade aumenta, a bandeira opera na cor amarela, e passam a ser cobrados valores extras de R$ 2 dos consumidores a cada 100 kWh consumidos. Quando o custo sobe muito, a bandeira passa a operar na cor vermelha e a cobrança extra nas contas de luz varia de R$ 3 a R$ 3,50 para cada 100 kWh usados. As informações são do portal G1.

Notícias relacionadas