Brasil

Sindicato dos trabalhadores dos Correios mantém greve e convoca ato para terça-feira

Apesar do Tribunal Superior do Trabalho (TST) ter determinado que os funcionários dos Correios deveriam retornar imediatamente ao trabalho, a categoria manteve a paralisação. De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores dos Correios e Telégrafos do Distrito Federal e Região do Entorno (Sintect/DF), o movimento segue e a categoria deve se reunir na próxima terça-feira (3). [Leia mais...]

[Sindicato dos trabalhadores dos Correios mantém greve e convoca ato para terça-feira]
Foto : Fernando Frazão/ Agência Brasil

Por Laura Lorenzo no dia 29 de Setembro de 2017 ⋅ 16:49

Apesar do Tribunal Superior do Trabalho (TST) ter determinado que os funcionários dos Correios deveriam retornar imediatamente ao trabalho, a categoria manteve a paralisação. De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores dos Correios e Telégrafos do Distrito Federal e Região do Entorno (Sintect/DF), o movimento segue e a categoria deve se reunir na próxima terça-feira (3), às 8h, em frente ao edifício-sede dos Correios, em Brasília, para uma assembleia nacional de mobilização. A greve já dura 11 dias.

Na tarde da última quinta (28) o vice-presidente do TST, Emmanoel Pereira, considerou a paralisação abusiva.

Em todo o país, a rede de atendimento está aberta e todos os serviços, inclusive o Sedex e o PAC, continuam disponíveis. Apenas os serviços com hora marcada, como o Sedex 10, Sedex 12, Sedex Hoje, Disque Coleta e Logística Reversa Domiciliária, estão suspensos.

A categoria está em greve desde o dia 19 deste mês e pede a manutenção do plano de saúde e todos os benefícios, além de se colocar contra o fechamento das agências e a retirada dos vigilantes e a favor dos correios públicos e de qualidade, concurso público e pela campanha salarial 2017/2018.

Notícias relacionadas

[Casa Geyer deve ser reaberta em 2022]
Brasil

Casa Geyer deve ser reaberta em 2022

Por Metro1 no dia 21 de Agosto de 2019 ⋅ 11:00 em Brasil

Diretor do Museu Imperial de Petrópolis, para onde o imóvel foi doado, Manoel Vicente prevê abertura do imóvel para o Bicentenário da Independência