Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Brasil

Investigação sobre apagão pode durar seis meses, diz diretor da Aneel

De acordo com Correia, somente após o relatório final do Operador Nacional do Sistema (ONS), previsto para ser apresentado em até 15 dias, a Aneel inicia o processo de apuração de responsabilidade. [Leia mais...]

[Investigação sobre apagão pode durar seis meses, diz diretor da Aneel]
Foto : Paulo Pinto/ Fotos Públicas

Por Clara Rellstab no dia 22 de Março de 2018 ⋅ 18:00

O diretor da Agência Nacional de Energia Elétrica, Tiago de Barros Correia, avaliou que a investigação sobre as causas do apagão ocorrido ontem (21), devem levar cerca de seis meses. Segundo o Estadão, a Aneel pode inclusive decidir por não punir as empresas envolvidas. "Qualquer hipótese de punição hoje é pura especulação, às vezes é só azar mesmo", disse, à publicação.

De acordo com Correia, somente após o relatório final do ONS, Operador Nacional do Sistema, previsto para ser apresentado em até 15 dias, a agência inicia o processo de apuração de responsabilidade.

Ele descartou qualquer punição à espanhola Abengoa no caso, companhia que seria a responsável pela construção da linha de transmissão de Belo Monte, onde ocorreu o blecaute, mas que abandonou o projeto em 2015 devido a uma crise financeira.

Notícias relacionadas