Brasil

Grupo é preso por venda de ovos de Páscoa à base de maconha

Um grupo foi preso em flagrante nesta quinta-feira acusado de estarem vendendo ovos de chocolate à base de maconha. As prisões aconteceram pela manhã em uma residência de Gravataí, em Porto Alegre. [Leia mais...]

[Grupo é preso por venda de ovos de Páscoa à base de maconha ]
Foto : Divulgação/Polícia Cívil

Por Tayane Rodrigues no dia 22 de Março de 2018 ⋅ 20:30

Um grupo foi preso em flagrante hoje (22) acusado de vender guloseimas para a Páscoa à base de maconha. As prisões aconteceram pela manhã em uma residência de Gravataí, em Porto Alegre. As "trufas" eram comercializadas no valor de R$ 7 e os ovos saíam por R$ 45.

Foram necessários 45 dias de investigação para que a Delegacia do Narcotráfico da Polícia Civil encontrasse o local onde os produtos eram fabricados. Na casa foram encontradas 16 caixas, em tamanho grande. Para os clientes VIPʹs, baseados já preparados para o consumo eram entregues como brinde. Além da droga, os bombons continham uma pequena dose de absinto no recheio.

Os produtos estavam prontos para serem distribuídos para outras regiões do estado. Junto às caixas de chocolates, foram apreendidos cadernos com anotações, receitas de doces e as doses de entorpecentes indicadas para a fabricação.

Notícias relacionadas