Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Brasil

Gilmar Mendes manda repórter enfiar pergunta ʹna bundaʹ

Um pergunta feita pelo jornal Folha de S. Paulo sobre os custos com passagem aérea de viagem sua a Lisboa foi chamada de "molecagem" pelo ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal). [Leia mais...]

[Gilmar Mendes manda repórter enfiar pergunta ʹna bundaʹ]
Foto : Elza Fiúza/ Agência Brasil

Por Matheus Morais no dia 29 de Março de 2018 ⋅ 09:20

Um pergunta feita pelo jornal Folha de S. Paulo sobre os custos com passagem aérea de viagem sua a Lisboa foi chamada de "molecagem" pelo ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal. A publicação questionou se o magistrado voltaria para o julgamento do habeas corpus de Lula em 4 de abril e se o voo para Portugal tinha sido pago pelo STF.

A presença dele tornou-se incerta em razão de um seminário que será organizado em Lisboa pelo instituto do qual ele é sócio, o IDP (Instituto Brasiliense de Direito Público). “Devolva essa pergunta a seu editor, manda ele enfiar isso na bunda. Isso é molecagem, esse tipo de pergunta é desrespeito, é desrespeito”, disse o ministro, por telefone.

Mendes negou que o STF tenha pago pelos bilhetes e não informou quem os custeou. “Vocês vivem de patrocínio, se vocês quiserem, montem a Folha, façam um dia a Folha rodar sem patrocínio, eu estive lá esses dias, patrocínio Souza Cruz escondido. Quem pagou meu hotel, quem pagou minha passagem foi a Souza Cruz”, disse.

Ele se referiu ao 2º Encontro Folha de Jornalismo realizado em fevereiro, em São Paulo, em que foi um dos convidados. O evento teve patrocínio da fabricante de cigarros Souza Cruz, como constava no material de divulgação e em um amplo painel atrás dos convidados.

Notícias relacionadas