Brasil

Decreto assinado por Bolsonaro elimina 13,7 mil cargos em universidades públicas

Cargos de direção, funções comissionadas de coordenação de cursos e outras gratificações concedidas a professores foram cortados pelo governo federal.

[Decreto assinado por Bolsonaro elimina 13,7 mil cargos em universidades públicas]
Foto : Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Juliana Almirante no dia 19 de Março de 2019 ⋅ 15:00

O decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro para cortar cargos, funções e gratificações na administração pública federal extingiu 13,7 mil cargos em universidades públicas. As informações são da Folha. 

Entre as 21 mil vagas eliminadas pelo governo, ao menos 13.710 eram em instituições de ensino. O número corresponde a 65% do total do corte.

Cargos de direção, funções comissionadas de coordenação de cursos e outras gratificações concedidas a professores foram cortados. 

Entidades representativas do setor criticam a medida. De acordo com a reportagem, o detalhamento sobre as áreas mais afetadas, a exemplo a educação, foi omitido pelo governo quando divulgou à imprensa as informações acerca da medida, na última quarta-feira (13).

Notícias relacionadas