Brasil

Governo deve prever para 2020 salário mínimo corrigido pela inflação, mas sem aumento real

Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias do próximo ano será enviado ao Congresso amanhã

[ Governo deve prever para 2020 salário mínimo corrigido pela inflação, mas sem aumento real]
Foto : Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Por Juliana Rodrigues no dia 14 de Abril de 2019 ⋅ 13:30

O valor do salário mínimo que será proposto pelo governo para 2020 deverá ser corrigido pela inflação, mas não terá aumento real. A proposta constará no projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO), que deve ser enviado ao Congresso Nacional, de acordo com a lei, até 15 de abril de cada ano, ou seja, amanhã.

Desde 2011, a política de reajuste do mínimo, instituída no governo Dilma Rousseff, previa correção com base na inflação do ano anterior mais um aumento com base na variação do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes. 

Caso a mudança seja confirmada, ela poderá ajudar o governo a economizar recursos e conter o avanço do déficit público, pois os benefícios pagos pela Previdência não podem ser menores que o valor do mínimo. Atualmente, o salário mínimo está em R$ 998.

Notícias relacionadas