Brasil

Equipe econômica fica apreensiva com convocação de mais de mil policiais

Iniciativa é considerada uma “fissura” na estratégia de contenção de gastos

[Equipe econômica fica apreensiva com convocação de mais de mil policiais ]
Foto : Antonio Cruz/ Agência Brasil

Por Lis Grassi no dia 16 de Abril de 2019 ⋅ 09:20

A notícia da convocação de mais de mil policiais federais aprovados em concurso público em 2018, após decisão do presidente Jair Bolsonaro (PSL), não foi vista com bons olhos pela equipe econômica do governo, que ficou surpresa e apreensiva. A iniciativa foi considerada uma “fissura” na estratégia de contenção de gastos pelo Ministério da Economia.

De acordo com informação da Folha, um dos auxiliares diretos do ministro Paulo Geudes afirmou que “ao abrir exceção para policiais, o presidente dificulta que outras contratações sejam evitadas”. Após a interferência direta de Bolsonaro no preço do diesel, a medida foi entendida como um “desvio de rota” e a expectativa é que seja algo pontual.

Notícias relacionadas