Brasil

STM decide amanhã se libera militares que fuzilaram músico

Carro onde estava Evaldo Rosa dos Santos e família foi metralhado por militares

[STM decide amanhã se libera militares que fuzilaram músico]
Foto : Fábio Teixeira/AP

Por Catarina Lopes no dia 07 de Maio de 2019 ⋅ 16:40

O Superior Tribunal Militar (STM) deve julgar amanhã (8) o pedido de liberdade de nove militares presos pelo assassinato do músico Evaldo Rosa dos Santos, de 46 anos, que estava no veículo alvejado com 83 tiros do Rio de Janeiro.

O pedido já foi negado no dia 12 de abril pelo ministro Lúcio Mário de Barros Góes, do STM, que apontou que não há "aparência de ilegalidade" na prisão dos militares. Agora, os 15 ministros do tribunal avaliarão o caso. O Ministério Público Militar é a favor do fim da prisão preventiva.

O carro em que Evaldo estava com a família foi metralhado por mais de 80 tiros disparados por militares do Exército no dia 7 de abril, em Guadalupe, zona norte do Rio de Janeiro. Supostamente, o veículo foi confundido com um em que estariam criminosos. O presidente Jair Bolsonaro (PSL) chamou o ocorrido de "incidente", e disse que o Exército "não matou ninguém", e não pode ser acusado de ser uma instituição "assassina".

Notícias relacionadas