Brasil

Se for inconstitucional, decreto do porte de armas 'tem que deixar de existir', diz Bolsonaro

"Estamos nada mais fazendo o que o povo quis em 2005", comentou

[Se for inconstitucional, decreto do porte de armas 'tem que deixar de existir', diz Bolsonaro]
Foto : Agência Brasil

Por Kamille Martinho no dia 10 de Maio de 2019 ⋅ 21:30

O presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje (10) em um evento no Paraná que, se o decreto que facilitou o porte de armas for inconstitucional, tem que deixar de existir.

“Não tem que negociar. Se é inconstitucional tem que deixar de existir. Quem vai dar a palavra final vai ser o Plenário da Câmara. Ou a Justiça", disse. "Teremos um bom embate no tocante a isso, pode ter certeza. Estamos nada mais fazendo o que o povo quis em 2005 e nós fomos até o limite da lei”.

Notícias relacionadas