Brasil

Família brasileira é encontrada morta em apartamento no Chile

Suspeita da polícia é que tenha havido um vazamento de gás no imóvel

[Família brasileira é encontrada morta em apartamento no Chile]
Foto : Noemi Fortunato Nascimento/Arquivo Pessoal

Por Juliana Rodrigues no dia 23 de Maio de 2019 ⋅ 11:20

O Itamaraty confirmou hoje (23) que uma família de turistas brasileiros, sendo quatro adultos e dois menores de idade, morreu ontem (22), em Santiago, no Chile, por inalação de gás. Eles saíram de Santa Catarina para comemorar o aniversário de 15 anos da filha e estavam de férias em um apartamento alugado no centro da cidade.

Segundo o G1, as vítimas foram identificadas como Fabiano de Souza, 41 anos (pai dos adolescentes e marido de Débora), Débora Muniz Nascimento de Souza, 38 anos (mãe dos adolescentes e mulher de Fabiano), Caroline Nascimento de Souza, que completaria 15 anos nesta semana (filha de Fabiano e Débora), Felipe Nascimento de Souza, 13 (filho de Fabiano e Débora), Jonathas Nascimento Kruger, 30 anos (catarinense, irmão de Débora e marido de Adriane) e Adriane Krueger (goiana, mulher de Jonatas).

De acordo com o Itamaraty, o Consulado do Brasil soube com antecedência que os brasileiros estavam passando mal e alertou as autoridades locais. No entanto, quando os bombeiros e paramédicos chilenos chegaram ao apartamento, os turistas já estavam mortos.

A Polícia de Santiago informou que vai investigar as causas da morte, mas segundo o oficial Rodrigo Soto, “informações preliminares apontam para um vazamento de gás”.

Notícias relacionadas