Brasil

Laboratório culpa empresa baiana por contratar helicóptero que caiu com Boechat 

Em petição apresentada no último dia 4 de abril, na 26ª Vara Cível, Veruska exige que a Libbs apresente o contrato de transporte e locação do helicóptero que, tudo indica, não seria apto ao transporte de passageiros

[Laboratório culpa empresa baiana por contratar helicóptero que caiu com Boechat ]
Foto : Divulgação

Por Alexandre Galvão no dia 23 de Maio de 2019 ⋅ 15:34

Jornalista e viúva de Ricardo Boechat, Veruska Seibel Boechat ingressou na Justiça contra a empresa Libbs, que contratou o ex-apresentador do Jornal da Band para uma palestra no dia 11 de fevereiro. 

Na volta do evento, o helicóptero que estava com ele caiu e fez duas vítimas, Boeachat e o piloto, Ricardo Quatrucci.

Em petição apresentada no último dia 4 de abril, na 26ª Vara Cível, Veruska exige que a Libbs apresente o contrato de transporte e locação do helicóptero que, tudo indica, não seria apto ao transporte de passageiros. Nesse processo a viúva do jornalista da Band não pede, por enquanto, indenização alguma à empresa, exceto o valor simbólico de R$ 1 mil, segundo o Uol. 

À publicação, a empresa Libbs lamentou o ocorrido e disse que contratou a Zum Brazil, empresa baiana especializada em eventos corporativos, para organizar a palestra e o transporte dos convidados. A Zum Brazil, através de sua assessoria, afirmou ao Metro1 que "tem colaborado intensamente para esclarecer todos os fatos envolvendo o acidente, tanto nos autos do processo, como diante das autoridades". "A empresa lamenta profundamente o falecimento do jornalista e apresentador Ricardo Boechat, bem como o do piloto Ronaldo Quattrucci, que era dono da RQ", completou. 

Notícias relacionadas