Brasil

Bolsonaro diz que 'coração manda' manter decisão contra cobrança de bagagens em voos

O presidente argumenta que não percebeu redução nos valores das passagens aéreas após a cobranças das bagagens

[Bolsonaro diz que 'coração manda' manter decisão contra cobrança de bagagens em voos]
Foto : Marcos Corrêa/PR

Por Kamille Martinho no dia 23 de Maio de 2019 ⋅ 20:00

O presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje (23) que seu "coração manda" manter a decisão do Congresso de proibir a cobrança por bagagens de até 23 quilos em aviões com capacidade acima de 31 lugares, nos voos domésticos. As informações são do blog da jornalista Andréia Sadi, no G1.

A isenção da cobrança foi incluída pelo Congresso na medida provisória que autoriza a participação de até 100% de capital estrangeiro em companhias aéreas brasileiras. O texto prevê gratuidade para as bagagens.

“Meu coração manda não cobrar a bagagem”, disse o presidente que argumentou não perceber redução nos valores das passagens aéreas após a cobranças das bagagens.

Notícias relacionadas