Brasil

Após 55 mortes em Manaus, nove líderes de facção serão transferidos para presídios federais

Integrantes da organização criminosa Família do Norte (FDN) devem ser encaminhados para unidades federais após confirmação do ministro Sérgio Moro

[Após 55 mortes em Manaus, nove líderes de facção serão transferidos para presídios federais]
Foto : Bruno Kelly/ Reuters

Por Juliana Almirante no dia 28 de Maio de 2019 ⋅ 11:00

O governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), informou, em entrevista à Rádio CBN hoje (28), que nove líderes da facção criminosa Família do Norte (FDN) serão transferidos para presídios federais de segurança máxima nesta semana.

A transferência já havia sido confirmada pelo ministro da Justiça, Sérgio Moro, após serem registradas 55 mortes em menos de dois dias, dentro de quatro presídios de Manaus. 

O número de presos transferidos pode chegar a 20, segundo o governador. Duzentos presos foram retirados das celas e isolados para evitar a ocorrência de mais mortes.

"Conversei ontem (nesta segunda-feira, 27) com Moro, que está encaminhando uma força tarefa ao Amazonas. Já tem uma equipe precursora aqui. Vinte homens devem chegar nesta terça. Até o fim da semana a expectativa é que 100 homens estejam aqui", declarou o governador.

Notícias relacionadas