Brasil

Justiça já condenou novo presidente do BNDES por arrombar portões de condomínio

Segundo as decisões judiciais, Montezano arrombou dois portões do edifício no meio de uma madrugada em outubro de 2015 porque queria dar continuidade à sua festa

[Justiça já condenou novo presidente do BNDES por arrombar portões de condomínio]
Foto : Hoana Gonçalves/Ministério da Economia

Por Kamille Martinho no dia 18 de Junho de 2019 ⋅ 18:00

O novo presidente do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), Gustavo Montezano, foi condenado a pagar indenização por danos materiais e morais a um condomínio em que morou em São Paulo.

Segundo as decisões judiciais de primeira e segunda instância, Montezano arrombou dois portões do edifício no meio de uma madrugada em outubro de 2015 porque queria dar continuidade à sua festa de aniversário.

O processo foi movido pelo condomínio em 2016. Foi fechado um acordo e em junho de 2018, Montezano pagou R$ 28 mil, valor referente a um mês de aluguel do apartamento onde vivia.

Ontem (17), ele foi escolhido pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, para comandar o maior banco de fomento do país. 

Notícias relacionadas