Sexta-feira, 03 de dezembro de 2021

Brasil

Estudo da Nasa vê Amazônia mais seca e vulnerável

Efeito estufa e queimadas fazem o fogo se alastrar mais rápido, o que aumenta a aridez na floresta

Estudo da Nasa vê Amazônia mais seca e vulnerável

Foto: Aqua/Nasa

Por: Marcela Vilar no dia 24 de novembro de 2019 às 15:00

O aumento do desmatamento e das queimadas na Amazônia, aliado à alta concentração de gases de efeito estufa, é o que torna a atmosfera sobre a floresta mais seca. A conclusão é de um novo estudo da a agência espacial americana, a Nasa. Segundo os cientistas, daqui a algumas décadas, esse cenário pode fazer crescer a demanda por água na região e deixar os ecossistemas mais vulneráveis aos incêndios e à própria seca.

O trabalho considerou dados coletados em solo e por análise de imagens de satélite para determinar o déficit de pressão de vapor (VPD). Com isso, os pesquisadores conseguiram rastrear a quantidade de umidade na atmosfera e quanto dela é necessário para manter os ciclos da floresta.

Estudo da Nasa vê Amazônia mais seca e vulnerável - Metro 1