Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Brasil

Personalidades da cultura negra criticam novo presidente da Fundação Palmares

Sérgio Camargo ataca o movimento negro e diminui racismo no Brasil

[Personalidades da cultura negra criticam novo presidente da Fundação Palmares]
Foto : Secretaria da Cultura de São Paulo/Reprodução

Por Metro1 no dia 28 de Novembro de 2019 ⋅ 20:00

Personalidades ligadas à cultura negra e que trabalham com temas ligados à negritude vem criticando a escolha do militante de direita Sérgio Nascimento de Camargo, que é conhecido por atacar o movimento negro em redes sociais. Sua indicação foi anunciada ontem (27) no Diário Oficial da União.

Para o fundador do Museu Afro Brasil, o artista plástico Emanoel Araújo, a escolha por Camargo faz sentido no contexto do governo. "O ministro da Educação é contra a educação; o do Meio Ambiente é contra o meio ambiente. É natural que o presidente da Fundação Palmares não acredite em racismo. Queria ver se um dia ele for perseguido em um supermercado só por ser negro, se vai dizer que não existe racismo", declarou.

Já o autor de "Estela sem Deus", o escritor Jeferson Tenório, acredita que o momento político dá espaço para pessoas que prezam por polêmicas, como Sérgio. "Muitas pessoas buscam cavar espaços aderindo a determinados discursos, como a negação do racismo. É importante ressaltar que os negros têm todo o direito de manifestar diferentes opiniões sobre o tema. Não temos a obrigação de pensar igual, ainda que isso signifique um desserviço às lutas e conquistas do movimento negro", afirmou o autor.

Notícias relacionadas