Brasil

Estudo aponta acúmulo de água como causa de tragédia em Brumadinho

Informação foi divulgada hoje (12) por especialistas contratados pela mineradora Vale

[Estudo aponta acúmulo de água como causa de tragédia em Brumadinho]
Foto : Corpo de Bombeiros/Divulgação

Por Kamille Martinho no dia 12 de Dezembro de 2019 ⋅ 15:20

Um painel de especialistas contratado pela mineradora Vale informou na manhã de hoje (12) que o motivo do rompimento da barragem I, da mina do Córrego do Feijão, em Brumadinho, Minas Gerais, foi a súbita e rápida perda de resistência dos rejeitos, ou seja, devido a deformações da estrutura da barragem, fenômeno conhecido como "liquefação estática".

O especialistas apontaram ainda uma redução de resistência em determinadas áreas da estrutura devido à infiltração das chuvas fortes que haviam caído na região nos dias anteriores à tragédia.

"A barragem era essencialmente muito íngreme e muito úmida, e o material retido pela barragem era fofo, saturado, e muito pesado e de comportamento muito frágil", destacou um dos especialistas, e líder do painel, Peter Robertson.

O Conselho de Administração montou um comitê para investigar, em paralelo, as causas do acidente, cujo relatório ainda será divulgado.

Notícias relacionadas

[Brasil vai assinar dois acordos de defesa com a Índia]
Brasil

Brasil vai assinar dois acordos de defesa com a Índia

Por João Brandão no dia 26 de Janeiro de 2020 ⋅ 18:30 em Brasil

O Brasil está na fase final de negociação de dois acordos de defesa com a Índia, que serão assinados nos próximos meses pelo ministro da pasta, Fernando Azevedo

[Inscrições para o Sisu se encerram hoje]
Brasil

Inscrições para o Sisu se encerram hoje

Por Marcela Vilar no dia 26 de Janeiro de 2020 ⋅ 11:30 em Brasil

Prorrogado pelas inconsistências na correção de provas do Enem, prazo vai até às 23h59 deste domingo