Brasil

Mãe de santo xingada por presidente da Fundação Palmares presta queixa na polícia

"Eu fiquei chocada. Trabalhei dentro da fundação e dei minha contribuição. Aí você ouve isso de uma pessoa que é responsável pela instituição. Foi um choque", disse

[Mãe de santo xingada por presidente da Fundação Palmares presta queixa na polícia]
Foto : Ògan Luiz Alves/Projeto Oníbodê

Por Kamille Martinho no dia 04 de Junho de 2020 ⋅ 17:40

A mãe de santo xingada pelo presidente da Fundação Palmares Sérgio Camargo em áudios, procurou a Polícia Civil do Distrito Federal ontem (3) para prestar queixa. Ela denunciou Camargo, que a xingou de "filha da puta", "macumbeira" e "miserável", por injúria racial, discriminação racial e discriminação religiosa.

"Eu fiquei chocada. Trabalhei dentro da fundação e dei minha contribuição. Aí você ouve isso de uma pessoa que é responsável pela instituição. Foi um choque", disse ao G1.

A ocorrência policial foi registrada na Delegacia Especial de Repressão aos Crimes por Discriminação Racial, Religiosa ou por Orientação Sexual ou contra a Pessoa Idosa ou com Deficiência (Decrin). Segundo a Polícia Civil, a investigação será encaminhada para a Polícia Federal, já que envolve o presidente de uma entidade do governo federal.

Notícias relacionadas