Brasil

Aras pede que MPs locais apurem denúncias de invasão a hospitais

"Condutas dessa natureza colocam em risco a integridade física dos valorosos profissionais que se dedicam, de forma obstinada, a reverter uma crise sanitária sem precedentes na história do país", disse

[Aras pede que MPs locais apurem denúncias de invasão a hospitais]
Foto : Roberto Jayme/Ascom/TSE

Por Kamille Martinho no dia 14 de Junho de 2020 ⋅ 18:00

O procurador-Geral da República, Augusto Aras, pedirá aos chefes dos Ministérios Públicos estaduais que abram investigação sobre casos de invasão a hospitais e ofensas contra profissionais e equipes de saúde.

"Conforme amplamente divulgado nos meios de comunicação em massa, nos últimos dias, têm ocorrido, em variados locais do país, episódios de ameaças e agressões a profissionais de saúde que atuam no combate à epidemia do vírus Covid-19, além de danos ao patrimônio público e perturbações ao serviço público", afirma o ofício de Aras. "Indubitavelmente, condutas dessa natureza colocam em risco a integridade física dos valorosos profissionais que se dedicam, de forma obstinada, a reverter uma crise sanitária sem precedentes na história do país", completou.

Na última sexta-feira (12) um grupo, formado por pelo menos seis pessoas, invadiu o Hospital Municipal Ronaldo Gazolla no Rio de Janeiro, e provocou confusão em alas restritas a médicos e pacientes na tarde desta. De acordo com relatos de profissionais, uma mulher, pertencente ao grupo, muito alterada, teria chutado portas, derrubado computadores e até tentado invadir leitos de pacientes internados.

À TV Globo, a PGR informou que ainda busca informações sobre outros casos que possam levar ao acionamento do Ministério Público em outros estados.

Notícias relacionadas