Sábado, 23 de outubro de 2021

Brasil

Governador do Rio defende lei que multe portador de arma branca

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, defendeu nessa quinta-feira (11) a provação pelo Congresso Nacional de uma lei que proíba o porte de armas brancas, já aprovado pela Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro [Leia mais...]

Governador do Rio defende lei que multe portador de arma branca

Foto: Agência Brasil

Por: Bárbara Silveira no dia 11 de junho de 2015 às 15:02

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, defendeu nessa quinta-feira (11) que o Congresso Nacional aprove uma lei que proíba o porte de armas brancas, medida já adotada pela Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, na última quarta (10). O projeto aguarda sanção do governador. "Em princípio, não vejo problema nenhum [no projeto]. Agradeço muito à Assembleia Legislativa e espero que o Congresso Nacional tome a mesma posição", disse Pezão.

A lei aprovada pelos deputados cariocas multa com R$ 2,4 mil a R$ 24 mil quem for flagrado com facas, punhais ou similares que tenham lâminas de mais de 10 centímetros. Só não será multado quem puder justificar que a arma é instrumento de trabalho.

Um levantamento feito pelo Instituto de Segurança Pública (ISP) mostrou que de janeiro a abril de 2015, 666 pessoas foram golpeadas com facas ou tesouras no Rio, média de cinco vítimas feridas por dia. Destas, 72 morreram, ou seja, a cada dois dias dos últimos quatro meses analisados, uma pessoa morreu vítima de arma branca.

 

Governador do Rio defende lei que multe portador de arma branca - Metro 1