Brasil

Monitoramento da UFRJ aponta que chamas destruíram 23% do Pantanal de janeiro a setembro

Prejuízo é 122% maior do que o mesmo período em 2019

[Monitoramento da UFRJ aponta que chamas destruíram 23% do Pantanal de janeiro a setembro]
Foto : Lula Marques/Fotos Públicas

Por Lara Curcino no dia 30 de Setembro de 2020 ⋅ 08:20

O incêndio que atinge o Pantanal já destruiu, em 2020, 3.461 hectares, o que corresponde a 23% do bioma, até 27 de setembro.

No mesmo período do ano passado, as chamas destruíram 1.559. Na comparação, o prejuízo deste ano é 122% maior. Os dados são do Laboratório de Aplicações de Satélites Ambientais (Lasa), do Departamento de Meteorologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). 

Do total de área consumida pelo fogo, 2.053 hectares foram no Mato Grosso e 1.408 no Mato Grosso do Sul. Das 24 unidades de Conservação do Pantanal, três foram as mais atingidas: Reserva Particular do Patrimônio Natural Arara Azul (89% do território), Parque Estadual Encontro das Águas (84,5%), e Sesc Pantanal (82%).

Notícias relacionadas