Brasil

PGR arquivou pedido de inquérito sobre publicações de Felipe Neto no Twitter

Deputado federal bolsonarista José Medeiros pediu que procedimento apurasse "cometimento de crimes contra a segurança nacional" nas postagens

[PGR arquivou pedido de inquérito sobre publicações de Felipe Neto no Twitter ]
Foto : Reprodução

Por Geovana Oliveira no dia 30 de Setembro de 2020 ⋅ 18:00

A Procuradoria-Geral da República (PGR) arquivou no dia 24 de agosto o pedido de abertura de um inquérito na Polícia Federal para apurar postagens feitas pelo youtuber Felipe Neto e outros três políticos do PSOL no Twitter, entre eles o atual candidato à prefeitura de São Paulo Guilherme Boulos. 

O deputado federal bolsonarista José Medeiros (Podemos-MT) havia pedido à PGR a abertura de inquérito para apurar as publicações feitas em 31 de maio deste ano, quando ocorreu uma manifestação promovida por grupos antifascistas na avenida Paulista, em São Paulo. O ex-senador alegou que as postagens eram "cometimento de crimes contra a segurança nacional".

Na ocasião, o youtuber escreveu na sua conta no Twitter: "Não se dialoga com fascista. Lugar de fascista é na cadeia. Se a polícia se recusa a prender e quem está no poder defende o fascismo, é necessário fazer o que for preciso".

No Instagram, Neto comemorou hoje (30) o arquivamento: “Não foi dessa vez que o bolsonarismo conseguiu usar a Polícia Federal para atacar a oposição. O pedido nojento para que me investigassem foi arquivado. A democracia resiste!”.

Notícias relacionadas