Sexta-feira, 18 de junho de 2021

Cidade

Em assembleia, professores das escolas particulares decidirão se voltam às aulas

Sindicato da categoria pretende manter posição de só retornar após receber a segunda dose da vacina, em agosto

Em assembleia, professores das escolas particulares decidirão se voltam às aulas

Foto: Reprodução

Por: Rodrigo Meneses no dia 10 de maio de 2021 às 19:09

O Sindicato dos Professores no Estado da Bahia (Sinpro) realiza assembleia virtual às 17h desta terça-feira (11) para discutir a manutenção do não retorno às aulas presenciais ou semipresenciais.

Segundo a diretora da entidade, Cristina Souto, a posição inicial é de só retornar com o recebimento da segunda dose da vacina contra o coronavírus, o que só acontecerá em agosto. Isso porque os professores foram imunizados com a vacina de Oxford/Astrazeneca, cuja a segunda dose está sendo aplicada após 90 dias da primeira.

Durante a assembleia, o Sinpro também irá apresentar um balanço de quantos professores permanecem sem retornar às aulas presenciais.  

De acordo com dados do Ministério da Educação, do ano de 2019, Salvador possui 991 escolas particulares cadastradas (entre ensino infantil, fudnamental e médio).

A reportagem procurou o Sindicato das Escolas Particulares da Bahia (Sinepe-Ba) para um posicionamento, mas o representante não atendeu as ligações nem respondeu as mensagens enviadas pelo WhatsApp.

Em assembleia, professores das escolas particulares decidirão se voltam às aulas - Metro 1