Sexta-feira, 18 de junho de 2021

Cidade

Após acordo com a prefeitura, rodoviários da CSN encerram paralisações

Os rodoviários protestavam contra demora para assinatura do acordo com trabalhadores demitidos

Após acordo com a prefeitura, rodoviários da CSN encerram paralisações

Foto: Max Haack/Secom

Por: Adele Robichez no dia 11 de maio de 2021 às 07:36

O protesto dos rodoviários da empresa Concessionária Salvador Norte (CSN), iniciado nesta segunda-feira (10), terminou nesta terça-feira às 4h30 da manhã. Com a garantia da assinatura da minuta de acordo com os trabalhadores demitidos por parte da prefeitura, todos os ônibus voltaram a circular normalmente em Salvador.

Nesta segunda-feira (10), os rodoviários protestaram contra a demora para assinatura do acordo com os trabalhadores demitidos, além do não cumprimento dos direitos trabalhistas para quem continua na ativa. A Secretaria Municipal de Mobilidade de Salvador utilizou os  coletivos de emergência, os conhecidos 'amarelinhos, para tentar minimizar os atrasos nas linhas de ônibus. 

Segundo a assessoria do Sindicato dos Rodoviários, o prefeito Bruno Reis (DEM) ligou nesta segunda-feira (10) à noite para o presidente do sindicato, garantindo que a minuta seria assinada nesta terça-feira (11). Ainda de acordo com o grupo, o acordo engloba 1.118 trabalhadores que foram demitidos. A minuta compensaria as verbas de recisão dos antigos funcionários, com os 20% de multa e o complemento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

"Com um alvará de Justiça, determinado pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT-Ba), o FGTS que deixou de ser depositado pelos empresários está sendo liberado gradativamente. Mas tem uma complementação. Os trabalhadores querem o pagamento desses R$ 20 milhões de desequilíbrio, referente aos 12 meses da [pandemia da] covid-19, por parte da prefeitura", explicou o sindicato ao Metro1.

Após acordo com a prefeitura, rodoviários da CSN encerram paralisações - Metro 1