Segunda-feira, 02 de agosto de 2021

Cidade

Motociata, aparelhamento da polícia e a apatia das nossas instituições

Mário Kertész questiona os freios institucionais da democracia brasileira para barrar a ação de Bolsonaro

Motociata, aparelhamento da polícia e a apatia das nossas instituições

Foto: Alan Santos/PR

Por: Metro1 no dia 14 de junho de 2021 às 08:02

A motociata promovida pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no últmo sábado, em São Paulo, provocou reações contrárias pelas infrações cometidas e, principalmente, pelo caráter antidemcorático do evento, com bandeiras pedindo intervenção militar e fechamento do Supremo Tribunal Federal (STF).

Em comentário na Rádio Metropole, Mário Kertész chamou atenção ainda para outro fenômeno: a ligação estreita entre os policiais militares e o governo federal. "Ele [Bolsonaro] se infiltra nas polícias militares dos estados. Vocês viram isso na manifestação política contra ele e a ação violenta da polícia militar estadual comandada pelo governador de Pernambuco, que é do PSB, Partido Socialista Brasileiro. Vocês viram a polícia atacar e cegar dois participantes do movimento contra Bolsonaro", disse.

Kertész ainda completou afirmando que o atual presidente não se preocupa em montar uma base sólida no Congresso Nacional, numa clara política de governabilidade para aprovação de projetos e implementação de sua agenda. A via buscada por Bolsonaro é por meio das Forças Armadas. "Ele se preocupa muito mais em ter uma base nas Forças Armadas e nas polícias e, consequentemente, nas milícias. E ninguém tá combatendo isso. E quando combate, é de uma forma tão minúscula, que ele continua fazendo o que quer", completa.

O resultado dessa equação, conclui Kertész, é o Brasil caminhar de forma "célebre para uma Ditadura Militar". E chama atenção ainda para como as instituições têm se mostrado apáticas para conter esse avanço autoritário. "O que me preocupa mesmo é apatia das instituições democráticas que assistem sem mexer uma palha a essa agressão cada vez maior a nossa democracia feita pelo presidente Jair Bolsonaro".

Motociata, aparelhamento da polícia e a apatia das nossas instituições - Metro 1