Segunda-feira, 27 de setembro de 2021

Cidade

Fotógrafo do Correio tem máquina roubada em serviço e pede ajuda para localizar equipamento: "É meu ganha pão"

A máquina roubada custa em torno de R$ 30 mil. Foi levada o corpo da câmera (uma EOS 1 DX) e a lente (teleobjetiva 70 – 200)

Fotógrafo do Correio tem máquina roubada em serviço e pede ajuda para localizar equipamento: "É meu ganha pão"

Foto: Reprodução

Por: André Uzêda no dia 03 de agosto de 2021 às 10:44

O fotógrafo do Jornal Correio, Arisson Marinho, foi assaltado e agredido na última segunda-feira (2) em Salvador. O profissional estava fazendo uma reportagem sobre as chuvas na capital quando foi abordado por dois homens que tentaram puxar sua câmera fotográfica. O caso aconteceu na Rua Cônego Pereira, nas Sete Portas.na Rua Cônego Pereira, nas Sete Portas.

Ao resistir em entregar o aparelho, Arisson conta que levou um soco no olho direito e foi estrangulado no pescoço. "Eles estavam alterados, dizendo que o dono da boca queria minha câmera. Ainda tentei argumentar que estava fazendo uma reportagem de chuva e nada tinha a ver com eles. Mas foram muito agressivos", narra.

A máquina roubada custa em torno de R$ 30 mil. Foi levada o corpo da câmera (uma EOS 1 DX) e a lente (teleobjetiva 70 – 200). "Na hora procurei alguma viatura policial para avisar do assalto e reaver a câmera, mas não encontrei nenhuma na área", diz Marinho.

Ele registrou queixa na 1º Delegacia Territorial (Barris) e ainda tem esperança em localizar o material. "Como não é uma câmera comum espero que, se alguém encontrar ela vendida por aí, denuncie. É meu ganha pão e preciso dela para trabalhar", diz.
 

Fotógrafo do Correio tem máquina roubada em serviço e pede ajuda para localizar equipamento: "É meu ganha pão" - Metro 1