Quarta-feira, 01 de dezembro de 2021

Cidade

Em greve, 30% dos médicos reguladores atendem casos de urgência

Os médicos reguladores entraram em greve, desde ontem (14), na Bahia. Em entrevista à Rádio Metrópole na manhã desta sexta-feira (15), o médico e presidente do Sindimed, Francisco Magalhães, afirmou que 30% desses profissionais estão atendendo os casos de urgência. [Leia mais...]

Em greve, 30% dos médicos reguladores atendem casos de urgência

Foto: Secom / Bahia

Por: Camila Tíssia no dia 15 de janeiro de 2016 às 10:11

Os médicos reguladores entraram em greve, desde ontem (14), na Bahia. Em entrevista à Rádio Metrópole na manhã desta sexta-feira (15), o médico e presidente do Sindimed, Francisco Magalhães, afirmou que 30% desses profissionais estão atendendo os casos de urgência.

"Ás vezes, todo mundo entende a regulação como sendo o responsável pelo caos na saúde e na realidade a regulação é que dá o suporte ao processo. Sempre comparo a um coração que bombeia o sangue para tecidos mais distantes. O que acontece é que os médicos estão trabalhando em situações precárias e além disso tudo são valores importantes, mais de 30% dos salários", disse.

Francisco Magalhães ainda falou sobre os atendimentos e que aguarda negociação para que o problema seja resolvido em breve. "Isso a sociedade pode ficar tranquila, que o suporte necessário está sendo dado e temos algums premissas de negociação com o Estado, tivemos duas rodadas de negociação e esperamos o resultado". 

Em greve, 30% dos médicos reguladores atendem casos de urgência - Metro 1