Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Cidade

Com um terço das férias atrasado, professores de Lauro de Freitas ameaçam greve

No dia 1º de dezembro os profissionais realizaram um protesto em frente a prefeitura de Lauro de Freitas, contra atrasos nos salários que estavam sendo recorrentes.

[Com um terço das férias atrasado, professores de Lauro de Freitas ameaçam greve ]
Foto : Foto: Divulgação / ASPROLF

Por Milene Rios no dia 15 de Janeiro de 2016 ⋅ 19:29

Os professores da rede municipal de ensino de Lauro de Freitas procuraram a redação do Metro1 pra relatar o descaso da prefeitura com o pagamento da categoria. Segundo eles, estão sem receber o pagamento das férias, valor que deveria ter sido pago junto com o salário de dezembro de 2015. 

No dia 1º de dezembro os profissionais realizaram um protesto em frente a prefeitura de Lauro de Freitas, contra atrasos nos salários que estavam sendo recorrentes. De acordo com a Associação dos Professores de Lauro de Freitas, assim como os trabalhadores da educação, todos os servidores públicos do município estão com o mesmo problema.

Ainda segundo o sindicato, a Secretaria Municipal de Educação anunciou internamente que só pagará o valor devido na folha de janeiro, quando termina o período de férias nas escolas. Através de nota, os professores informaram que se a situação não for normalizada pode ser decretada uma greve na educação do município. “O prefeito não dialogou com os trabalhadores. Ante ao descaso e a falta de diálogo do prefeito Márcio Paiva com a categoria, infelizmente os trabalhadores não veem outra saída, e por isso a Rede Municipal de Ensino de Lauro de Freitas começará o ano letivo de 2016 com uma grande greve", alertaram. 

Notícias relacionadas