Domingo, 17 de outubro de 2021

Cidade

Moradores do Rio Vermelho se queixam de 'cachorródromo' em praça antes de revitalização do espaço

Frequentadores da região alegam que espaço para animais não é prioridade em praça degradada

Moradores do Rio Vermelho se queixam de 'cachorródromo' em praça antes de revitalização do espaço

Foto: Leitor Metro1

Por: Adele Robichez no dia 17 de setembro de 2021 às 15:40

A construção de um "cachorródromo", área cercada na qual os donos podem deixar seus pets correrem e brincarem livremente, na Praça do Morro das Vivendas, no Rio Vermelho, gerou indignação entre os moradores do bairro. Há anos, existe uma demanda pela revitalização do espaço, que encontra-se degradado. 

A revolta dos moradores, diante da intervenção, está relacionada ao que eles consideram como prioridade para o local. Segundo Estela Aquino, de 68 anos, moradora de um condomínio da região, a praça “é linda, mas está toda lenhada”. “Não tem equipamentos para crianças, os velhinhos andam pelo calçamento todo acabado”, cita.

“É uma total inversão de prioridades construir um equipamento desse enquanto há uma praça toda acabada”, opina Estela. É o que pensam, também, os moradores que se reuniram nesta quinta-feira (16) para discutir a necessidade da reforma da praça.

Helaine Castro, 57, subsíndica do Condomínio Edifício Maison Belle Vue, localizado na Rua Rodrigo Argollo, esteve presente na reunião com outros 19 representantes de edifícios da região. Segundo ela, os moradores não foram consultados nem avisados sobre a obra pela prefeitura.

“Antes, teve um projeto de revitalização da praça, descontinuado por mudança da direção, e não tinha isso [o cachorródromo]. Não é algo previsto em um projeto pré estabelecido e não teve nem informação da prefeitura. E o problema não é o cercado, é essa intervenção pontual, sem o básico que a praça necessita”, diz.

O cachorródromo está sendo construído pela empresa Eco Park, por encomenda da Companhia de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Desal). O presidente da Desal, Virgílio Teixeira Daltro, disse ao Metro1 que está ciente do sentimento dos moradores em relação à intervenção e que trabalha para realizar o desejo de revitalização da praça.

“A população quer a praça toda e a gente está buscando viabilizar isso. Uma parte da população estava sentindo a necessidade do ‘dog park’ e a outra parte reclamou. Eu sou sensível a isso. Por isso, estou levando uma exposição de motivos para o prefeito porque a praça merece uma requalificação”, afirmou.

Em nota, a Desal informou que a implantação do cachorródromo foi uma demanda recebida de parte da população e que estão sendo realizadas ações para a coleta de recursos para colocar em prática o projeto de reparo da praça. "Sobre a recuperação da praça, estamos buscando recursos para implantar um projeto amplo, mudando o leiaute do equipamento, através de uma requalificação geral", comunicou.

Moradores do Rio Vermelho se queixam de 'cachorródromo' em praça antes de revitalização do espaço - Metro 1