Quarta-feira, 27 de outubro de 2021

Cidade

Datada de 1619, casa mais antiga de Salvador virou bar e corre o risco de ruir sem manutenção

Caso é apelidada de "Velho Casarão"

Datada de 1619, casa mais antiga de Salvador virou bar e corre o risco de ruir sem manutenção

Foto: Reprodução

Por: Gabriel Amorim no dia 22 de setembro de 2021 às 11:17

São exatos 402 anos de história. A casa mais antiga da cidade de Salvador ainda de pé, datada de 1619, fica na região da Ponta de Humaitá, no bairro de Monte Serrat. 

Apelidada de “Velho Casarão", o lugar já funcionou como mercado de escravos. Hoje, é um boteco e não recebe qualquer manutenção ou atenção especial do poder público. 

Em entrevista ao Metropole Turismo, da Rádio Metropole, na manhã desta quarta-feira (22), o professor e historiador Adson Brito chamou atenção para a falta de conhecimento sobre o lugar. “A casa está lá, funcionando como um boteco, e ninguém sabe que esta é a casa mais antiga de Salvador. É a nossa história se perdendo”, disse o professor. 

Segundo o estudioso, o status de 'casa mais antiga da cidade’ dado ao casarão está registrado no Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac) e no Logotipo do comerciante
Instituto Geográfico e Histórico da Bahia 

“É tão simples sinalizar. Porque as pessoas vão saber, vão se apropriar, passar a ter mais respeito pelos espaços. Que os poderes públicos tenham um outro olhar por aquela região”, pediu o professor durante a entrevista.

Datada de 1619, casa mais antiga de Salvador virou bar e corre o risco de ruir sem manutenção - Metro 1