Sábado, 04 de dezembro de 2021

Cidade

Mato cresce no Centro de Convenções, ameaça derrubar muro e vira pasto para cavalos

Moradores da região voltam a reclamar sobre falta de manutenção no equipamento estadual

Mato cresce no Centro de Convenções, ameaça derrubar muro e vira pasto para cavalos

Foto: Leitor Metro1

Por: Gabriel Amorim no dia 23 de setembro de 2021 às 09:26

Fechado há cerca de cinco anos, o antigo Centro de Convenções do Estado da Bahia continua gerando dor de cabeça aos moradores da área. Sem se identificar, um leitor procurou o Metro1, para relatar, dentre outros problemas, a volta do aparecimento de cavalos na região, que voltam a usar o mato ao redor do equipamento abandonado como pasto. “Logo que me mudei os cavalos apareciam sempre, pararam de aparecer quando o mato estava grande demais, mas como houve a capinagem e agora já voltou a crescer, eles voltaram a usar de pasto”, relata.

O abandono do espaço gera, ainda gera insegurança aos moradores da região. Os próprios moradores da área improvisaram um muro para tentar conter a entrada dos bandidos no espaço, Ao longo dos anos, no entanto, o muro improvisado começou a ceder e o acesso ao equipamento ficou novamente facilitado. “A gente fica preocupado né, o bairro acaba se tornando um pouco insalubre, e fica inevitável a sensação de insegurança”, relata o morador da Alfredo Gomes de Oliveira, rua sem saída atrás do equipamento abandonado. Alguns moradores da região, inclusive, investem no pagamento de segurança particular para tentar aumentar a segurança da região. O investimento, no entanto, não é dividido por todos da rua. “Hoje o segurança fica 12 horas, queríamos aumentar para 24h mas nem todos os prédios estão dispostos a pagar, dizem que já pagam impostos e que é um absurdo ter que custear a segurança”, diz o morador.

A presença do segurança é, inclusive, fundamental para a resolução do caso mais recente de violência na rua. “Foi o segurança quem fez o primeiro contato com a polícia na tentativa de furto de um carro que aconteceu semana passada. O bandido estava em fuga”, conta. O caso mencionado pelo morador foi noticiado com exclusividade pelo Metro1, e trouxe novamente à tona a discussão sobre o abandono do equipamento.

O Metro1 voltou a procurar a Secretaria de Administração do Estado da Bahia (Saeb), que através da Superintendência de Patrimônio do Estado (Supat), é responsável pelo espaço,e que informou que serviços de manutenção estão sendo realizados no local. 

Veja vídeo que mostra a situação do muro imporvisado feito pelos moradores para impedir o acesso ao local.

Mato cresce no Centro de Convenções, ameaça derrubar muro e vira pasto para cavalos - Metro 1