Quinta-feira, 19 de maio de 2022

Cidade

Salvador encerra 2021 sem vítimas por chuvas em áreas de risco

O mês de dezembro foi o mais chuvoso em 32 anos na capital baiana

Salvador encerra 2021 sem vítimas por chuvas em áreas de risco

Foto: Dimitri Argolo/Metropress

Por: Metro1 no dia 03 de janeiro de 2022 às 13:27

Mesmo com as precipitações elevadas causadas pelas mudanças climáticas, principalmente nos meses finais do ano, Salvador encerrou 2021 sem registrar vítimas fatais nas comunidades que vivem em áreas de risco, afirma a Defesa Civil (Codesal). Na capital baiana, dezembro do ano passado foi o mais chuvoso em 32 anos,segundo dados do Centro de Monitoramento e Alerta da Defesa Civil (Cemadec).

Entre os dias 01 e 31, a estação pluviométrica de Ondina, usada como referência, registrou acumulados de chuvas de 371,6mm, superando seis vezes a Normal Climatológica do período, que é de 58,1 mm.

Ainda assim, a chuva deixou estragos em Salvador, como deslizamentos e desabamentos.

O período tradicionalmente mais chuvoso na capital baiana vai de março a junho. Em abril, o mês mais chuvoso da Operação Chuva 2021, realizada pela Codesal, foram acionadas nove sirenes do Sistema de Alerta e Alarme em oito localidades.

Naquele período, 155 pessoas foram evacuadas de suas casas e conduzidas a abrigos instalados em nove escolas municipais das regiões atingidas.

Já em dezembro, duas comunidades situadas em áreas de risco - Bosque Real (Sete de Abril) e Moscou (Castelo Branco) tiveram as sirenes acionadas pela Codesal, devido às chuvas terem ultrapassado o patamar de 150mm de acumulados en 72h, seguindo o protocolo de segurança considerado de alerta máximo.

Salvador encerra 2021 sem vítimas por chuvas em áreas de risco - Metro 1