Quinta-feira, 19 de maio de 2022

Cidade

Rodoviários fecham a Lapa por pagamento de verbas trabalhistas da CSN

O presidente do Sindicato dos Rodoviários da Bahia, Hélio Ferreira, disse que os ex-funcionários da CSN não tiveram seus contratos homologados e estão sem seguro desemprego

Rodoviários fecham a Lapa por pagamento de verbas trabalhistas da CSN

Foto: Semob

Por: Maria Clara Andrade no dia 18 de janeiro de 2022 às 13:10

Em mais um protesto que teve início da manhã desta terça-feira (18), ex-funcionários do Consórcio Salvador Norte (CSN) pedem pagamento de verbas trabalhistas devidas pela empresa, que sofreu intervenção da prefeitura de Salvador por não conseguir manter a operação. Os rodoviários fecharam a entrada da Estação da Lapa nesta terça.

Segundo Hélio Ferreira, presidente do Sindicato dos Rodoviários da Bahia, parte dos antigos trabalhadores da CSN foram realocados em outras empresas de ônibus. Outros, porém, ficaram sem homologação - etapa de encerramento de um contrato de trabalho, em que se é formalizado o término da relação e estabelecido o que deve ser pago.

Além disso, Ferreira reforça a dificuldade da situação para esses rodoviários. Sem trabalho, eles também não estão tendo acesso ao seguro desemprego. "As pessoas que trabalham em serviço público não têm direito ao seguro desemprego. Eles trabalharam durante seis meses no REDA e perderam esse direito", explica. 

O presidente do sindicato também diz que a situação já foi exposta ao prefeito de Salvador, Bruno Reis. "A gente pede apoio ao prefeito, que prometeu nos ajudar", mas, segundo Ferreira, a situação se arrasta e nada ainda foi feito.

Rodoviários fecham a Lapa por pagamento de verbas trabalhistas da CSN - Metro 1