Domingo, 07 de agosto de 2022

Cidade

"Carnaval não traz vida, paralisa o bairro", diz vice-presidente da associação da Barra

Amabarra e Conselho Municipal do Carnaval se reuniram pela primeira vez para discutir o destino da folia no bairro

"Carnaval não traz vida, paralisa o bairro", diz vice-presidente da associação da Barra

Foto: Reprodução/Youtube

Por: Mariana Bamberg no dia 05 de julho de 2022 às 10:16

Faltando oito meses para o Carnaval de 2023, o Conselho Municipal do Carnaval (Comcar) se reuniu com a Associação de Moradores e Amigos da Barra (Amabarra) para entender ouvir as reclamações e reivindicações do bairro. Em entrevista ao jornal da Bahia no Ar nesta terça-feira (5), a vice-presidente da associação, Regina Serra, contou que o encontro, que já era uma antiga solicitação entidade, foi para que o Comcar escutasse e anotasse o ponto de vista dos moradores. 

“O Comcar só tem pessoas interessadas na festa. Agora ele está começando a ouvir outras pessoas. Foram ouvidas opiniões e foram anotadas. O importante é essa discussão, é a sociedade ser ouvida”, declarou Regina. 

De acordo com a vice-presidente, esse foi o primeiro encontro entre as duas entidades. Durante a entrevista, Regina pontuou ainda a necessidade de um planejamento e de um estudo a respeito dos impactos causados no bairro. 

“Não é uma questão de opinião, é uma questão de planejamento. O que fica aqui não é tirar o Carnaval da Barra, mas sim um planejamento. Tudo depende de um planejamento, um estudo de impacto de mobilidade, de segurança, todos os impactos que essa festa causa no bairro, todo tempo que ela tira do bairro. Porque, na verdade, ela não traz vida para o bairro, ela paralisa o bairro durante muito tempo, não só nos dias da festa”, disse Regina. 

O Comcar já se comprometeu a apresentar até agosto deste ano um projeto do que seria o novo circuito na Boca do Rio para a prefeitura. O prefeito Bruno Reis já afirmou que a tendência é que ele apoie a decisão do conselho. 

"Carnaval não traz vida, paralisa o bairro", diz vice-presidente da associação da Barra - Metro 1