Cidade

Policiamento será intensificado em áreas de bares e restaurantes

O secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa, se reuniu na última quarta-feira (9), com representantes da Associação de Bares e Restaurantes (Abrasel) da Bahia. [Leia mais...]

[Policiamento será intensificado em áreas de bares e restaurantes ]
Foto : Tácio Moreira/ Metropress

Por Jessica Galvão no dia 10 de Março de 2016 ⋅ 16:01

O secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa, se reuniu na última quarta-feira (9), com representantes da Associação de Bares e Restaurantes (Abrasel) da Bahia. No encontro, ocorrido na sede da Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA) localizado no Centro Administrativo da Bahia (CAB), Barbosa informou que o programa Vigilância Participativa da Polícia Militar, que capacita profissionais das diversas áreas em proteção e segurança, também será disponibilizado para funcionários e proprietários de bares e restaurantes, com o objetivo de fortalecer a guarda dos estabelecimentos.

Também foram adotadas pelo secretério algumas medidas como: ampliação do policiamento ostensivo nas áreas de bares e restaurantes com maior incidência de ocorrências, criação de grupos de discussão com a participação da polícia e de donos desses estabelecimentos, além das imagens de câmeras desses locais passarem a ser acessadas pelas forças de segurança, em tempo real. 

"É necessário que o combate à criminalidade seja feita com a participação de toda a sociedade, por isso convidamos a Abrasel a se unir à polícia nessa ação. A luta contra a violência começa com a prevenção", destaca o secretário.  Barbosa já havia solicitado às polícias o mapeamento das principais regiões vítimas  de quadrilhas especializadas em ataques a estabelecimentos do ramo. Os tenentes coronéis PM Sturaro e Portugal, responsáveis pelas unidades policiais que patrulham as áreas mais atingidas, participaram do encontro.

Notícias relacionadas

[Lancha pega fogo na Baía de Todos-os-Santos]
Cidade

Lancha pega fogo na Baía de Todos-os-Santos

Por Juliana Almirante/ Juliana Rodrigues no dia 20 de Setembro de 2019 ⋅ 08:00 em Cidade

De acordo com a assessoria do Comando do 2º Distrito Naval, a Capitania dos Portos foi acionada e ainda apura informações