Cidade

Funcionária da Odebrecht presa pela PF é considerada 'pessoa chave'

Durante o desdobramento da 23ª fase da Operação Lava Jato, denominada de Operação Acarajé, a funcionária da Odebrecht, Angela Palmeira Ferreira, foi presa nesta sexta-feira (11), em Salvador. De acordo com a Polícia Federal, ela é considerada a “pessoa chave” para pagamento de vantagens indevidas e lavagem de dinheiro por parte da empresa [Leia mais...]

[Funcionária da Odebrecht presa pela PF é considerada 'pessoa chave' ]
Foto : Rovena Rosa/Agência Brasil

Por Alaine Brasil no dia 11 de Março de 2016 ⋅ 18:18

Durante o desdobramento da 23ª fase da Operação Lava Jato, denominada de Operação Acarajé, a funcionária da Odebrecht, Angela Palmeira Ferreira, foi presa nesta sexta-feira (11), em Salvador. De acordo com a Polícia Federal, ela é considerada a “pessoa chave” para pagamento de vantagens indevidas e lavagem de dinheiro por parte da empresa.

A Polícia Federal e o Ministério Público Federal apuram, nesta etapa, pagamentos realizados pela Odebrecht ao marqueteiro João Santana, que trabalhou em campanhas eleitorais do PT. Foram US$ 3 milhões no exterior e R$ 22,5 milhões no Brasil, segundo as investigações. A suspeita é de que a fonte dos recursos seja o esquema de corrupção de desvio de dinheiro da Petrobras.

A prisão

A funcionária da Odebrecht, Angela Ferreira, foi presa em sua residênia. A prisão é temporária - prazo de cinco dias. Ela pode ser prorrogada pelo mesmo período ou convertida em preventiva, ou seja, quando o investigado fica preso à disposição da Justiça sem prazo pré-determinado.

As suspeitas

Segundo informações da Polícia Federal, Angela Palmeira Ferreira trabalhava na mesma equipe de Maria Lucia Tavares, apontada pelas investigações como a responsável pela contabilidade paralela da Odebrecht destinada a pagamentos ilícitos. Maria Lúcia chegou a ficar presa por dez dias em Curitiba.

De acordo com os investigadores do caso, foram identificados e-mails de Angela Ferreira para Maria Lúcia Tavares com planilhas com codinomes que sugerem entradas de valores em conta corrente paralela mantida por operadores financeiros.


 

Notícias relacionadas